Hoje não tenho muito o que dizer então estava ouvindo essa musica e pensei, ela esta cada vez mais próxima de mim nesse momento de mudanças na minha vida, então lá vai, espero que gostem.

Chatterton

(Gainsbourg - Adpt: Seu Jorge / Dani Costa)

Chatterton, suicidou
Kurt Cobain, suicidou
Vargas, suicidou
Nietzsche, enloqueceu
E eu, não vou nada bem

Chatterton, suicidou
Cléopatra, suicidou
Is
ócrates, suicidou
Goya, enloqueceu
E eu, não vou nada nada bem

Chatterton, suicidou
Marc-Antoine, suicidou
Van Gogh, suicidou
Schumann, enloqueceu
E eu, puta que pariu, não vou nada nada bem...

Reuters
Quem vai bem por completo... será que minto ou aqui diz um pouco de cada um de nós.

bj

O que queremos?

 

http://www.lifestyles.blogger.com.br/foto tirada net

O que sou eu agora a não ser apenas mais uma pessoa correndo atrás dos sonhos, mas sem desistir tenho que ir até o fim!

Só assim poderei saber se o sonho era meu ou de outro alguém.

Exageros e cometo e muito, mas quem não o faz.

Quem não erra não arrisca, tem medo da vida ou do que Vera refletido no espelho, a vida.

Tive medos por muitos tempos, mas a sua vida não tem dó,

Pois ela passa e muitas vezes você nem sabe o que dizer e fazer,

Ai vem o que estou fazendo aqui, e fecha a porta do seu coração,

Para tudo e todos e no seu mundo você tenta apenas viver.

 

Mas como viver assim, se não errar, você nunca tentou!

E mesmo que não tenha nada a dizer, ouça alguém,

Que muitas vezes precisa de apenas um olhar, um gesto,

Um abraço e um beijo seu, só seu, de-repente é a pessoa que te faltava, para a sua coragem voltar.

E ter tempo de começar de novo e sempre,

Pois, enquanto a vida você pode ser o que quiser, desde que lute,

Corra atrás do que lhe é permitido, do que te faz bem e nunca pense,

Que por estar só naquele momento você não tenha ninguém,

Alguém em algum lugar esta fechando os olhos e dizendo o seu nome bem baixinho e uma lágrima escorre em seus olhos,

Você ouve aquela canção que te leva para tão longe, tão longe,

Que você consegue enxergar o infinito e o seu amor esta bem mais perto que isso,muitas vezes tão perto que não conseguimos enxergar.

Estamos prontos, estamos abertos para ver o que a vida nos reserva?

M.Spada

28/02/06

http://almaperdida.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_02.htmlfoto tirada Net

 

 

Começar sempre é preciso!

 

 

Porque temos tanto medo de começar de novo?

Se somos os seres mais capacitados e com maiores chances,

Para seguirmos novos rumos,

O novo nos assusta tanto assim, ou será que estamos tão acostumados com nossas vidas, que só pensar em mudá-la,

Sentimos calafrios?

Quem é o nosso melhor amigo,

Não é aquele que esta ao nosso lado mesmo quieto por horas,

Só para te ver bem e poder estar contigo?

Quem é o nosso amor?

Com certeza quando encontrarmos saberemos

E os inimigos, não são pessoas próximas que na primeira;

Oportunidade lhe fere e lhe trai?

Então porque temos tanto medo de mudar, recomeçar,

Se a vida não para e insiste em mostrar

Que somente temos chances de vencer de novo,

Quando a derrota bate a sua porta ai você pensa e age,

Porque ficar parado só o deixara mais abatido e fracassado.

Quando alguém nos a porta na cara,

Procuremos então a janela e faremos como as águas,

Quando surge obstáculos ela não desiste simplesmente,

Mas o contorna,

Então vamos aprender a navegar, sem esperar  nada dos outros.

Tenho um sentimento capaz de resistir a traições,

Aos enganos e até as desilusões mais terríveis,

Não que eu não sofra, não que eu não chore,

O amor é a minha chama, é a minha motivação, mesmo quando tudo parece desmoronar,

Ainda assim sinto o amor de Deus nas coisas mais simples,

Quando você pensa que seu mundo caiu, sempre tem uma mão amiga dizendo vem, eu vou caminhar com você mesmo que seja difícil, eu estou aqui! 

Então para que desanimar,

 Vamos prosseguir juntos então.

 

Mara Spada

12/02/06

 

 

Fernanda Hanna nasceu no dia 02/01

Paulista de Ribeirão Preto vive na Capital há sete anos. Bacharelando em Ciências Jurídicas em 2006, atua na área criminal. Enveredou-se pelos caminhos da literatura e da poesia por amor. Publica no blog Fragmentos (http://fragmento.zip.net) e em sites como Recanto das Letras, Leia Livro, Anjos Caídos, entre outros. Inspira-se em Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Dostoiéviski, Niestchze, Kafka, Maquiavel e muitos outros. Leitora obsessiva, sempre atrás de boas novidades, sempre em busca do humano que há, ou deveria, nos seres, escreve para "não sufocar".

Fernanda uma personalidade forte, mas uma pessoa maravilhosa e quem a conhece a fundo pode presenciar quão boa ela é e um caráter exemplar.

Vou falar do lado poeta dela, a poesia aflora seus sentimentos e emoções como se vivesse aquela história naquele instante em que rodeiam seus pensamentos.

Ela é espontânea e expressa a vida com uma urgência em que a poesia aflora seu sentimento, como se aquele momento único fosse seu para a eternidade.

Fernanda se modifica a cada poesia a cada texto, a cada crônica a cada dia, ela não espera e sim transforma tudo a seu redor.

Por essa razão a poesia passa a povoar seus poemas através de um estado ela transforma um estilo, o seu.

E como já escrito acima “ela escreve para não sufocar” e através de versos ela liberta poemas presos e faz os olhos dos leitores lagrima gotejar pelas palavras mágicas a que ela nos faz encantar, viajar junto com o seu sonho quem sabe o mundo mudar.

 

Fernanda obrigada por ser minha amiga, minha irmã de coração.

 

M.Spada

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL , Mulher , de 36 a 45 anos , Portuguese , English , Arte e cultura , Música
MSN -